Casa de Cultura Taboada

Eventos

Lançamentos do livro Família Taboada na Bahia

>> No Yacht Clube da Bahia

No dia 1º de novembro de 2008, um sábado, em solenidade no Salão de Eventos do Yacht Clube da Bahia, em Salvador, ocorreu o lançamento do livro “Família Taboada na Bahia”, escrito por Ubaldo Marques Porto Filho. Promovida pela Casa de Cultura Carolina Taboada, a festa reuniu membros da família biografada, representantes da colônia espanhola na Bahia e personalidades. Aos convidados foram ofertados exemplares da obra, culminando com um jantar de confraternização.

Veja fotos do evento no Blog de Nelson Almeida Taboada

>> No Rio Vermelho

No dia 7 de novembro, sexta-feira, a festa será no Rio Vermelho, principal cenário da ambientação da obra. Também promovida pela Casa de Cultura Carolina Taboada, a solenidade terá como palco o Salão Paroquial do bairro, anexo à Igreja, cuja construção muito se deve à família Taboada. No Rio Vermelho o evento reunirá convidados da Academia dos Imortais do Rio Vermelho (Acirv), entidade idealizadora do projeto que se transformou no primeiro livro sobre uma família galego-baiana, cuja editoração foi integralmente patrocinada pela Casa de Cultura Carolina Taboada.

Veja mais no Blog de Nelson Almeida Taboada

>> Homenagem a Catharina Paraguassú

Para comemorar os 500 anos do nascimento (1512-2012) de Catharina Paraguassú e também pela instituição do Dia Municipal de Catharina Paraguassú, a Câmara Municipal de Salvador promoveu, na noite do dia 16 de julho, uma Sessão Especial convocada pelo vereador Pedro Godinho e prestigiada por uma platéia que lotou o Plenário Cosme de Farias.
Sob o comando do presidente Pedro Godinho, a mesa dos trabalhos foi composta pelas seguintes personalidades: Marcos de Meirelles Fonseca, presidente da Associação Comercial da Bahia; Nelson José de Carvalho, diretor da Associação Bahiana de Imprensa (ABI); Eduardo Morais de Castro, presidente do Conselho Consultivo da Universidade Salvador (Unifacs); Antônio Coradinho, presidente da Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil-Bahia; Ângelo Magno Carmo Lopes, pároco do Rio Vermelho e membro do Conselho Presbiterial da Arquidiocese de São Salvador da Bahia; Nelson Taboada, presidente da Casa de Cultura Carolina Taboada; Geraldo Abbehusen, chefe da Casa Civil da Prefeitura de Salvador e segundo signatário da lei que instituiu o 26 de janeiro como o Dia Municipal de Catharina Paraguassú; Claudelino Miranda, chefe de Gabinete do Vice-Prefeito de Salvador; Ubaldo Marques Porto Filho, autor do livro ‘Catharina Paraguassú, Matriarca do Brasil’; Pedro Galvão, presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagens da Bahia (Abav); Santiago Campo, presidente da Associação Cultural Hispano-Galega Caballeros de Santiago; e Álvaro Pinto Dantas de Carvalho Júnior, presidente do Instituto Genealógico da Bahia.
A extensão da mesa foi integrada por Bruno Peyrefitte, diretor-geral da Aliança Francesa de Salvador, que representa na Bahia a cultura do país onde Catharina Paraguassú foi batizada; Isa Maria de Souza Silva, presidente da Fundação Gregório de Mattos, entidade cultural da Prefeitura de Salvador; Sydney Gomes de Rezende, presidente do Conselho de Cultura e Turismo do Rio Vermelho; Maria Cecília Pires de Carvalho e Albuquerque Penna, descendente de Catharina Paraguassú; e Ademar da Silveira Brito, presidente do Conselho Deliberativo da Associação Atlética da Bahia.
Entre os presentes no plenário encontravam-se diretores de dezenas de entidades, dentre elas as seguintes: Associação Comercial da Bahia, Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil-Bahia, Gabinete Português de Leitura, Associação Cultural Hispano-Galega Caballeros de Santiago, Real Sociedade Espanhola de Beneficência, Associação Bahiana de Imprensa (ABI), Associação Brasileira de Agências de Viagens da Bahia (Abav), Instituto Genealógico da Bahia, Associação Atlética da Bahia, Casa de Cultura Carolina Taboada, Irmandade de Nossa Senhora da Conceição da Praia, Devoção do Senhor Bom Jesus do Bomfim, Conselho Paroquial do Rio Vermelho, Conselho de Cultura e Turismo do Rio Vermelho, Academia dos Imortais do Rio Vermelho (Acirv), Central das Entidades do Rio Vermelho e a Associação Comunitária Caramuru.
A Sessão Especial também foi assistida por diversos servidores da Fundação Gregório de Mattos, da Fundação Pedro Calmon, da Biblioteca Estadual Juracy Magalhães Júnior, da Escola Municipal Osvaldo Cruz e de organismos da Prefeitura de Salvador, além de vereadores da Câmara Municipal de Salvador, juízes do Tribunal de Justiça da Bahia, empresários, publicitários, ambientalistas, universitários, professores, escritores e profissionais da mídia soteropolitana.
Palestrantes
O primeiro palestrante da noite foi o presidente da mais antiga casa legislativa do país, vereador Pedro Godinho, que discorreu sobre o tema ‘Os 500 anos do Nascimento de Catharina Paraguassú’. Em seguida, o escritor Ubaldo Marques Porto Filho ocupou a tribuna para falar sobre o ‘Dia de Caramuru e Dia de Catharina Paraguassú’, sendo que este último foi instituído pela Lei 8.272, de 9 de maio de 2012.
‘Roteiro Turístico na Europa, pelos Caminhos de Caramuru, do Apóstolo Santiago e de Catharina Paraguassú’, foi o tema do terceiro palestrante, Pedro Galvão, presidente da Abav Bahia. Nelson Taboada, presidente da Casa de Cultura Carolina Taboada, fechou o ciclo das palestras com o tema ‘Projeto Caramuru & Catharina nas Escolas’.
Lançamentos
Na Sessão Especial da noite da segunda-feira, 16 de julho, foram lançados e distribuídos gratuitamente dois livros: ‘Catharina Paraguassú, Matriarca da Bahia’, de autoria de Ubaldo Marques Porto Filho, que resgatou a extraordinária trajetória da primeira grande personagem feminina da história do Brasil; e ‘Cinco de Outubro, Dia de Caramuru’, que registrou as festividades promovidas pelo transcurso do Dia Municipal de Caramuru, nos dois primeiros anos de vigência da Lei 7.774, sancionada em 15 de dezembro de 2009, que instituiu em Salvador o dia em homenagem ao Patriarca do Brasil. Esse livro tem nove autores: Ângelo Magno Carmo Lopes, Antônio Coradinho, Nelson Taboada, Pedro Galvão, Pedro Godinho, Santiago Campo, Sônia Morelli, Sydney Rezende e Ubaldo Marques Porto Filho.
Também foram lançados dois folders promocionais: ‘Roteiro Turístico na Europa, pelos Caminhos de Caramuru, do Apóstolo Santiago e de Catharina Paraguassú’, tema da palestra de Pedro Galvão; e ‘Projeto Caramuru & Catharina nas Escolas’, iniciativa didática da Casa de Cultura Carolina Taboada, que foi o tema da palestra do seu presidente, Nelson Taboada.
Participação Especial
A professora carioca Maria Cecília Pires de Carvalho e Albuquerque Penna, que descende diretamente (neta em 13ª grau) de Catharina Paraguassú, pela linha de sua filha Genebra Álvares, veio do Rio de Janeiro exclusivamente para participar da Sessão Especial na Câmara de Salvador. Por representar a família da homenageada, a ilustre visitante foi convidada pelo presidente Pedro Godinho para dirigir uma mensagem aos participantes da solenidade.
Ocupando a tribuna e falando de improviso, Maria Cecília Penna, que é conselheira do Instituto Cultural D. Isabel I, discorreu sobre a linhagem familiar, sobre a importância de Caramuru e Catharina para o Brasil e agradeceu “por tudo o que tem sido feito pelos meus antepassados”.

*CLIQUE AQUI E VEJA AS FOTOS DO EVENTO.

Fotos: Kin-Kin


Institucional

 | 

Nelson Almeida Taboada

 | 

Carolina Taboada

 | 

Vídeos

 | 

Blog Taboada

 | 

Eventos

 | 

Notícias

 | 

Fale Conosco

Rua Lucaia 295, Edifício Empresarial Lucaia, Conjunto 104, Rio Vermelho. Salvador - Bahia - Brasil. Cep: 41940-660.
Telefone: (71) 3334-5598  |  contato@casataboada.com.br

® 2011 Nelson Almeida Taboada. Todos os direitos reservados.